segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Praticamente aforismos [3]

21 — Previsões imprevisíveis

Por mais tentador que seja racionalizar hipóteses de como a vida seria se as contingências fossem outras, há que se estar ciente de que tais suposições não passam de especulação.

22 — Conhecimento agregado

Tudo aquilo que lhe permite reler obras de outrora e interpretá-las de modo mais amplo e pleno.

23 — Jogando Direito: eu sou o Mega Man

Fazer uma prova de Direito sem poder consultar a legislação referente à respectiva matéria é como enfrentar um chefão do Mega Man sem a arma adequada. Pode-se até vencê-lo com alguma habilidade, mas, se perder, terá de passar a fase inteira novamente para poder revê-lo e, quem sabe, derrotá-lo.

24 — O lado passivo da ambivalência criativa

A leitura de manuais e textos técnicos engrandece o conhecimento, mas só a literatura, que nasce sem grandes utilidades fora de seu propósito artístico, é que alegra o espírito.

25 — O lado ativo da ambivalência criativa

A produção intelectual e o domínio das ciências reflete conhecimento, já aquele que ousa criar seu próprio universo — através da narrativa de uma obra própria — encontrou uma das maneiras de chegar a ser deus.

26 — Weird Jokes

Não entendo o que motiva algumas brincadeiras que dois homens heteros passam a fazer entre si ao atingirem certo grau de intimidade e companheirismo, insistindo cada qual em afirmar a homossexualidade do outro. É algo que simplesmente transcende o meu entender (venha para mim, ó Aufklärung). O mesmo fenômeno também poderia ser observado entre homossexuais, onde estes se provocariam imputando uns aos outros supostas “atitudes heterossexuais”? Ou se trataria de uma disputa inconsciente onde cada um tenta provar ser mais viril? Freud explica?

27 — Embargos de fogo

No Direito o recurso de Embargo de Declaração é utilizado para sanar vícios de obscuridade, omissão ou contradição numa decisão. Queria que o referido recurso existisse fora do âmbito jurídico e fosse mais tangível e palpável, preferencialmente no formato de um Hadouken — preferencialmente de fogo. Assim, ao me deparar com sujeitos como o Feliciano esbanjando suas asneiras e pedindo o número do cartão dos fiéis, lhe mandava logo um Embargo, pra ver se larga a mão de ser contraditório, omisso e obscuro.

28 — Tudo é relevantemente irrelevante

Diante da morte, seja de seu animal de estimação, de um amigo ou familiar, vem o sentimento de vazio, de se estar encurralado. Uma sensação de que não há saída, de que as coisas são como são. Todos os grandes projetos que tinha para sua vida não parecem tão grandes quanto imaginava, e a vaidade das pessoas que lhe cerca torna-se ridícula. Eis a efemeridade da vida.

29 — Uma declaração pública

Por mais que eu viva para cá e para lá fazendo as coisas mais comuns do cotidiano, tenho plena ciência do quão estranho, insólito, e extraordinário é isso tudo.

30 — Keep going

Para atingir um objetivo não se deve temer caminhar a passos lentos, de forma progressiva e gradual; a evolução biológica se deu nesse ritmo e culminou no homo sapiens — seja isso uma vitória ou uma derrota, o importante é seguir em frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário