quarta-feira, 15 de abril de 2015

Alívio pós sonho

Sempre sou pego de surpresa quando acordo após um pesadelo terrível que parece ter acontecido de verdade e percebo que tudo não passou de um sonho. Sinto um imenso alívio e volto a dormir, feliz. Hoje a surpresa foi um tanto diferente.

Sonhei com uma esfera gigante que girava sem motivo algum, e com esferas incandescentes ainda maiores pairando no céu.
Sonhei com um extenso oceano tão bizarro que a sopa orgânica em sua profundeza começou a brotar vida.
Sonhei com seres que surgiam uns dos outros, alimentavam-se uns dos outros, esfregavam-se uns nos outros e se reproduziam.
Sonhei com bichos que nadavam, rastejavam, voavam e caminhavam.
Sonhei com um mundo complexo, onde para tudo há um nome correspondente.
Sonhei com a sucessão efêmera de impérios e civilizações.
Sonhei que tudo isso ficava num lugar indeterminado sem começo nem fim.
Sonhei que tudo estava se expandindo para lugar nenhum.

Finalmente acordei, ofegante. Mas, dessa vez, o alívio não veio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário